Parar de fumar – Relatos ao decorrer da história

Origem

Parar de fumar, mediante os relatos, o cigarro teve como sua origem na America do Sul, localizado pelas proximidades da cidade de tabaco, portanto, o nome dado a planta do fume foi determinado por colonizadores espanhóis que homenagearam a cidade. O tabaco naquela época, era  utilizado por índios com o intuito de espantar mosquitos.

Entretanto, a substância encontrada na planta é conhecido como “Nicotina”, o termo veio através de uma homenagem de um médico espanhol chamado Jean Nicot que trouxe mudas da planta trazidas do Brasil em 1559, assim, com o propósito de ser utilizada as folhas em forma de rapé para evitar dores de cabeça, como resultado o hábito de fumar se alastrou por toda a Europa.

Então durante a antiguidade, somente homens e mulheres de má reputação podia fumar, pelo fato, de que a honra da mulher era considerada indigna, como também, era considerado um crime que lesava a virtude feminina. Com a proliferação, foi levada por vários motivos: passar tempo, aliviar tensões, forma de comunicação entre homem e entidades espirituais e até fonte de inspiração para solucionar problemas pelo fato de pensa que o impulso sugestivo do fumo os levava em espirais.

Relatos – Medidas antitabagistas

No entanto, selecionamos alguns de muitas medidas para parar de fumar drásticas que ocorreram ao longo do tempo como:

  • O caso do tirano Murad IV do Império Otomano, em meados do século XVII ele percorria Constantinopla, assim, disfarçado de fumante em estado de abstinência que implorava por fumo e quem o atende-se era lhe cortado a cabeça, contudo, estima-se que ele haveria assassinado entorno de 25.000 pessoas em 14 anos.
  • Em 1603, o soberano James I que havia sucedido a Elizabeth I no trono inglês, considerava o fumo como uma erva traiçoeira utilizada para práticas de bruxaria, entretanto, o mesmo supervisionava bem de perto todas as sessões de tortura dos acusados de feitiçaria.

Aliás em 1550 Jean Nicot havia enviado a Paris, consequentemente, após dez anos o cardeal Santacrose  deu ao Papa Pio IV algumas sementes da Planta do Fumo. Porém, o Papa urbano VIII  em 1624, ameaçou de excomunhão de todos aqueles de fumava e acabou sendo forçado, como sucessor Inocente X a proibir o uso do tabaco em São Pedro.

Já no século XVIII, as classes populares acabaram sendo restrito o uso do cachimbo, portanto, o tabaco em pó foi acolhido pelas classes mais nobres. Nesse meio tempo, a conhecida pitada – gesto de levar o tabaco ao nariz- começou a tornar-se sinal de grande elegância, como também, a aceitação por parte das mulheres que costumavam a fazer o uso dentro dos salões de beleza.

Contudo, todos os relatos da história estão em conste mudanças, trazendo experiências, como conscientização sobre o estado de saúde e lembrando o quanto é importante a nossa saúde.

Efeitos – Tabaco

Assim sendo, fumantes possam estar procurando por especialistas para realizar tratamentos para parar de fumar, podendo a submeter a diversas outras complicações a saúde como:

  • Vários tipos de cânceres como: câncer de boca, pulmão, pâncreas, traqueia;
  • Doenças ósseas como osteoporose;
  • Doenças digestivas;
  • Angina;
  • Demência;
  • Doenças cardiovasculares como : trombose, Infarto, varizes;
  • Impotência sexual;
  • Insônia

Portanto, caso sinta-se com dificuldades para parar de fumar procure por algum especialistas, como também, o apoio de amigos e familiares; existem vários caminhos para lhe auxiliar nesta luta como grupo de apoios, tratamentos terapêuticos, medicações. Mas, além de tudo nos nunca estamos sozinho, acredite você consegue!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *